A autoria institucional nos editoriais de jornais

Francisco Alves Filho

Resumo


Este trabalho resulta de uma discussão em torno das relações de implicação e determinação entre as noções de autoria e de gêneros do discurso. A discussão é realizada com base num alargamento da noção de autoria, a qual passa a ser vista como uma categoria constitutiva dos gêneros do discurso como um todo, e não somente daqueles em que o estilo individual é concebido como um empreendimento enunciativo de base – caso dos gêneros literários. A perspectiva principal do estudo considera que há uma relação de mútua determinação entre gênero e autoria de modo que, por um lado, os gêneros já contemplam uma dada concepção de autoria, mas, por outro, é o trabalho da autoria que vai configurando a “relativa estabilidade” formal e funcional dos gêneros. A análise comparada de editoriais de jornal lança luz sobre essa discussão e aponta o fato de que, mesmo em gêneros fortemente institucionais, o estudo da autoria oferece contribuições significativas para o estudo dos gêneros.


Palavras-chave


Autoria; Autoria institucional; Gêneros jornalísticos; Editorial;

Texto completo:

PDF


E-ISSN: 1981-5794