Industrialização, política industrial e crescimento econômico: uma discussão teórica

Eloha Cabreira Brito, Alexandre José da Silva Garrote

Resumo


O presente artigo discute as medidas que deveriam compor uma política industrial ativa e a importância desta em razão da relevância do desempenho deste setor para obtenção de crescimento econômico. Inicialmente realizou-se uma análise teórica sobre a relação do setor industrial e o crescimento econômico do país, com base nas ideias de Nicholas Kaldor, e da inovação para a competitividade de tal setor com base no referencial schumpeteriano. Na sequência discute-se a importância das políticas industriais, e portanto o papel do Estado na economia, para fortalecer, direcionar e acelerar a modernização e elevação da competitividade da indústria nacional visando o atendimento tanto do mercado interno quanto externo, e portanto deve criar mecanismos que a capacite a competir em nível de igualdade com empresas internacionais. A concluso do trabalho aponta as políticas que deveriam ser adotadas pelo Estado pois resultam em crescimento econômico, que é um dos objetivos deste, além de uma indústria nacional forte e competitiva, destacando a necessidade de exigências de contrapartidas e da ênfase na temporariedade dos benefícios concedidos ao setor, para com isso atingir tais objetivos com maior rapidez e eficácia.

Palavras-chave


Política industrial; Crescimento econômico; Leis de Kaldor; Inovação;

Texto completo:

PDF


E-ISSN: 2358-5951