Representações do deslocamento no texto literário

Claudia Almeida

Resumo


A definição de contemporâneo é problematizada por vários pesquisadores e sua caracterização vista com reservas por alguns e com entusiasmo por outros. Um fenômeno cada vez mais comum na atualidade parece-nos bastante presente em alguns textos literários dos últimos vinte e cinco anos: trata-se dos deslocamentos humanos, que têm motivações e implicações diversas. Exilado, refugiado, expatriado, emigrado, apátrida são algumas palavras usadas para indicar essas diferenças. No texto literário, as consequências desses deslocamentos para as construções identitárias são discutidas em um leque de representações variadas que confirma a pertinência de seu estudo como um dos traços presentes na literatura contemporânea. Na obra de Andreï Makine, o deslocamento, quase sempre em direção à França, se configura como a busca de um lugar mítico, de um Graal que, como na lenda, escapa à apreensão definitiva.


Palavras-chave


Contemporâneo; Deslocamento; Andreï Makine; Alteridade; Identidade;

Texto completo:

PDF


Indexada por: /Indexed by: 

Web of Science (Thomson Reuters)
Emerging Sources Citation Index (Thomson Reuters)
LLBA – Linguistic and Language Behavior Abstracts (Ulrichsweb: https://ulrichsweb.serialssolutions.com)
MLA – International Bibliography (Modern Language Associantion/ EBSCOhost, ProQuest)
OCLC – WorldCat - Clase and Periodica
Academic Search Alumni Edition (EBSCOhost)
Academic Seach Elite (EBSCOhost)
Fuente Academica Plus (EBSCOhost)
Dietrich’s Index Philosophicus (De Gruyter Saur)
IBZ – Internationale Bibliographie der Geistes und Sozialwissenschaftlichen Zeitschriftenliterature (De Gruyter Saur)
Internationale Bibliographie der Rezensionen Geistes und Sozialwissenschaftlicher Literatur (De Gruyter Saur)
GeoDados

ISSN: 0103-815x

Licença Creative Commons
ITINERÁRIOS - Revista de Literatura is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Proibição de realização de Obras Derivadas 3.0 Unported License.