A formulação da política externa brasileira e as novas lideranças políticas regionais

Karina L. Pasquariello Mariano, Marcelo Passini Mariano

Resumo


Este artigo demarca a intensificação das pressões sobre as condições tradicionais de formulação e implementação das decisões no campo da política externa. A análise permite compreender melhor o aumento da tensão sobre as condições que garantem uma situação de continuidade e previsibilidade da atuação externa brasileira. Nesse sentido, o governo Lula não é a causa dessa pressão por mudança, mas sua lógica governamental contribui para intensificar e acelerar essas pressões.

Palavras-chave


Política Externa brasileira; Ministério das Relações Exteriores; Governo Lula; Brazilian foreign policy Itamaraty; Ministry of External Relations; Lula’s government

Texto completo:

PDF


E-ISSN: 1984-0241
ISSN: 0101-3459