A ciência como vocação desenvolvimentista: a escrita pública de José Leite Lopes

André Botelho

Resumo


O objetivo do artigo é discutir a formação de um "compromisso ideológico" com a ciência ao longo das décadas de 1950-80 no Brasil. O argumento central é que esse processo assume o sentido de desenvolvimentismo, confundindo-se com o próprio ideário desenvolvimentismo. É isso que sugere os ensaios do físico teórico brasileiro José Leite Lopes publicados no período, recuperados e analisados neste artigo como peças de rotinização daquele compromisso.

Palavras-chave


Ciência; Desenvolvimento; Modernização; Intelligentsia

Texto completo:

PDF


E-ISSN: 1984-0241
ISSN: 0101-3459