A ambiguidade da ciência e do estado em Bourdieu

Fabrício Barbosa Maciel

Resumo


A primeira parte do artigo reconstrói a ambiguidade da ciência moderna a partir da obra de Pierre Bourdieu. A segunda parte reconstrói a ambiguidade do Estado moderno para Bourdieu, bem como a função e a ambiguidade do sistema escolar, como campo relativamente autônomo do Estado. No geral, a articulação entre as duas compreensões sugere caminhos para o esclarecimento de um “circuito de legitimação” moderno, composto principalmente, mas não apenas, pela ciência nacional e pelo Estado, com seu sistema escolar. Esta compreensão se apresenta como um dos caminhos para a desnaturalização da legitimação das desigualdades sociais contemporâneas e de sua inerente dominação de classe.

Palavras-chave


Pierre Bourdieu; Ciência nacional; Estado nacional; Sistema escolar; Circuito de legitimação;

Texto completo:

PDF


E-ISSN: 1984-0241
ISSN: 0101-3459