Crianças também se estressam? A influência do estresse no desenvolvimento infantil

Marsiel Pacífico, Marcele Martins Provinciatti Facchin, Fabiana de Fatima Ferreira Corrêa Santos

Resumo


O estresse é uma reação do organismo com componentes psicológicos, físicos e hormonais que ocorre quando surge a necessidade de uma grande adaptação a um evento ou uma situação de importância, podendo esse ser algo negativo ou positivo, causado por inúmeros fatores do nosso cotidiano. Atualmente observamos que esta patologia também atinge as crianças: rotina intensa, pais estressados, relações parentais atravessadas pelas marcas afetivas do estresse. São fatores, dentre outros, que contribuem para o surgimento deste mal na infância. Ademais são raros os estudos que compreendem as características específicas da enfermidade na criança e quais as consequências para seu desenvolvimento. Frente a este contexto, os objetivos do presente estudo são caracterizar o estresse em seu contexto social e analisar seu impacto, sobretudo na infância, identificando possibilidades para auxiliar a lidar com este problema.

 


Palavras-chave


Estresse. Infância. Modernidade. Estresse infantil.

Texto completo:

PDF

Referências


ARANTES, Maria Auxiliadora de Almeida Cunha.; VIEIRA, Mario Jose Femenias. Estresse: a sombra, o bom e o mau estresse. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2002.

BIGNOTTO, Márcia Maria. O papel dos pais na prevenção do stress infantil. In: LIPP, M. E. N. Crianças estressadas: causas, sintomas e soluções. 4 ed. Campinas, SP: Papirus, 2005.

BRONFENBRENNER, Urie. A ecologia do desenvolvimento humano: Experimentos naturais e planejados. (M.A.V. Veronese, Trad.), Porto alegre: artes Médicas. (Original publicado em 1979), 1996.

CROZERA, Luiz Carlos. Estresse infantil. [s.d.]. Disponível em: . Acesso em: 10 abril de 2017.

DELL’AGLIO, Débora Dalbosco.; HUTZ, Cláudio Simon. Estratégias de coping e estilo atribucional de crianças em eventos estressantes. Estudos de Psicologia, v. 7, p. 5-13, 2002.

EFRAIM, Carlos Costa et al. Percepções sobre o estresse entre professores universitários. Revista Rene. Fortaleza: v. 6, n.3, p. 39-47, set/dez. 2005.

GONZÁLEZ, Miguel Angel Álvarez. Stress: Temas de Psiconeuroendocrinologia. 2. ed. São Paulo: Robe Editorial, 2001.

HORTA, Ligia Ribeiro. Estresse infantil: Um estudo exploratório com pré-escolares. 2007. 145 p. Monografia (Pós-Graduação em Psicologia –Mestrado) – Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2007.

JOHANSON, Martin.; LUNDBERG, Heléne. Network strategies for regional growth. New York: Palgrave Macmillan, 2011.

LIPP, Marilda Novaes. Crianças estressadas: causas, sintomas e soluções. São Paulo: Papirus, 2000.

LIPP, Marilda Novaes et al. Como enfrentar o stress infantil. São Paulo: Ed. Ícone, 1991.

LIPP, Marilda Novaes. Como enfrentar o estresse. São Paulo: Ícone Editora, 1990.

LUNDBERG, Ulrika et. al. Blood lipids as related to cardiovascular and Neuroendocrine functions under different conditions in healthy males and females: Pharmacol. Biochem. Behav, v. 33, p. 381, 1989.

MARGIS, Regina et al. Relação entre estressores, estresse e ansiedade. Rio Grande do Sul: abril, 2003.

MARTURANO, Edna Maria. Tensões Cotidianas na transição da primeira série: Um enfoque de desenvolvimento. Psicologia em estudo. Maringá, v. 13, n. 1, p. 79-87, jan./mar., 2008

MOMBELLI, Mônica Augusto et al. Estrutura e suporte familiar como fatores de risco de stress infantil. Estudos de Psicologia, Campinas, v. 28, n. 3, p. 327- 335, julho/setembro, 2011.

RUTTER, Michael. Continuidades e descontinuidades entre gerações em sérias dificuldades parentais. Nova York: Cambridge University Pres, 1989.

SAMEROFF, Arnold Joshua. Human Development: Transactional models in early social relations, 1975.

SLEE, Phillip.; MURRAY-HARVEY, Rosalind.; WARD, Harry. Stressed Out & Growing Up. Every Child: School of Education, v. 2, n. 4, 1996.




DOI: https://doi.org/10.26673/rtes.v13.n1.jan-jun2017.8.10218

ISSN: 1517-7947

ISSN Eletrônico: 2526-3471 

Prefixo DOI: 10.26673

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.